Elvira de Jacareí era campeão do interior pela APEA há 93 anos

Naquele mesmo ano, o futebol paulista vivia uma situação de divergência entre os clubes da capital

por Federação Paulista (FPF)

Jacareí, SP, 29 (AFI) - Distante 82km da capital, a cidade de Jacareí nunca teve um representante na elite do futebol paulista. Apesar disso, o futebol da cidade já teve tempos gloriosos, especialmente na década de 1920, quando foi representado pelo Elvira, que conquistava o Campeonato do Interior da APEA de 1926 há exatos 93 anos.

Fundado em 1920, a equipe jacareíense estreou no Campeonato do Interior da APEA já na temporada seguinte. Em 1925, o Elvira venceu pela primeira vez a chave da sua região e foi para a disputa do título estadual. Com cinco pontos somados, o time ficou com o vice-campeonato, vencido pelo Velo Clube, com seis.

Naquele mesmo ano, o futebol paulista vivia uma situação de divergência entre os clubes da capital. Enquanto a maioria pedia para o profissionalismo, AA das Palmeiras, Germânia e Paulistano preferiam o amadorismo e juntos criaram a Liga Amadora de Futebol (LAF).

 Elvira
Elvira

O interior também sofreu com a segunda cisão - a primeira ocorreu em e dividiu o futebol paulista em LPF e APEA - e viu clubes como Taubaté, Paulista de Jundiaí, Rio Claro, Lemense e Carioba de Americana se mudarem para a nova liga. Com isso, o Campeonato do Interior da APEA, que havia contado com 33 equipes em 1925, teve 24 em 1926 – a LAF reuniu outras 15 equipes interioranas.

Filiado a APEA, o Elvira iniciou o torneio de 1926 dividindo o grupo da 5ª região com Esportiva de Guaratinguetá, Caçapavense e Cruzeiro. O último acabou desclassificado logo no segundo mês da competição. Nos quatro jogos restantes, o Elvira venceu três e garantiu sua classificação para a fase final.

NOVA FASE
Com início em abril de 1927, a nova fase teve além do time jacareíense, o atual campeão Velo Clube, além de XV de Jaú, Operário de Ribeirão Preto, D’Alva de Campinas e Corinthians de São Bernardo.

A fase foi conturbada. Após iniciar a disputa, o Corinthians de São Bernardo foi convidado para disputar a 1ª divisão de 1927 e teve seus jogos cancelados. O Elvira, que já havia ganho de XV de Jaú e Velo Clube, ainda teria jogos contra o Operário e o D’Alva. Os adversários, porém, não compareceram e o time de Jacareí ficou com os pontos das partidas, terminando a fase com oito pontos e sendo proclamado campeão.

Com o título, o time de Jacareí ganhou o direito de jogar a Taça Competência contra o Palestra Itália. O torneio reunia o campeão do interior contra o da primeira divisão. Campeão paulista com 100% de aproveitamento em 1926, o time palestrino se encontrava no meio da campanha que lhe rendeu o bicampeonato em 1927. No Estádio do Palestra Itália, o time interiorano foi presa fácil e acabou goleado por 9 a 0.

O Elvira ainda disputou o Campeonato do Interior até 1931. O clube também foi o primeiro de Jacareí a tentar a sorte no profissionalismo, onde ingressou em 1956 e permaneceu até 1962. A cidade só voltaria a ter um representante nas competições profissionais da FPF em 1981, com o Jacareí Atlético Clube, campeão da terceira divisão de 1988.

Confira a campanha do Elvira, campeão do interior pela APEA em 1926:

Primeira fase
19/09/26 Elvira 2x1 Esportiva de Guarátinguetá
03/10/26 Caçapavense 0x1 Elvira
24/10/26 Esportiva de Guarátinguetá 1x0 Elvira
19/12/26 Caçapavense 0x1 Elvira

Fase Final
03/04/27: Elvira 1x0 XV de Jaú
21/04/27: Corinthians de São Bernardo 1x5 Elvira* (jogo cancelado)
24/04/27: Velo Clube 1x2 Elvira
08/05/27: Elvira WxO D´Alva
29/05/27: Elvira WxO Operário-RP