Federações da Bahia e Maranhão indicam que não retornam em 17 maio

"Não há nenhuma possibilidade de atendermos a esse chamado", cravou o presidente da FMF

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 29 (AFI) - Nesta terça-feira, a CBF realizou uma reunião com as entidades estaduais permitindo a volta aos treinos e avaliando um retorno de alguns campeonatos em 16 e 17 de maio. Entretanto, as federações Bahia e Maranhão já indicaram que não adotarão a data proposta.

INVIÁVEL

O presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Ricardo Lima, afirmou ao Globoesporte.com que vê o retorno em 17 de maio como 'inviável', mas garantiu que o fim do campeonato dentro de campo.

Rogério Caboclo, presidente da CBF
Rogério Caboclo, presidente da CBF
"No dia 17, por tudo que estamos vendo no estado, a gente percebe que é inviável. Vamos ter cautela, prudência e buscar dialogar. Determinação é que estaduais possam ser concluídos. Precisamos indicar clubes para Série D e Copa do Brasil", explicou.

SEM POSSIBILIDADE

Ainda mais enfático, o presidente da Federação Maranhense de Futebol (FMF), Antônio América, afirmou que à TV Mirante que o estado tem sofrido com novos casos do novo coronavírus a cada dia e de que não possibilidade do retorno na data proposta.

"É difícil fazer uma previsão aqui para o Maranhão. Acho muito importante para economia e para o futebol que as atividades retornem, mas o mais importante é a vida de todos. Não há nenhuma possibilidade de atendermos a esse chamado", cravou.