Com brasileiro e Messi, Fifa divulga candidatos ao Prêmio Puskas

Os dez gols selecionados pela Fifa podem ser vistos no próprio site da entidade, que abriu votação popular

por Agência Estado

São Paulo, SP, 19 - A Fifa divulgou nesta segunda-feira a lista dos dez gols mais bonitos do ano, que vão concorrer ao Prêmio Puskas. E um brasileiro está na relação: o atacante Matheus Cunha, do RB Leipzig, da Alemanha. Lionel Messi, do Barcelona, e Zlatan Ibrahimovic, do Los Angeles Galaxy, também estão na briga.

Convocado para a seleção brasileira olímpica, Cunha marcou o seu golaço na vitória do Leipzig sobre o Bayer Leverkusen por 4 a 2, fora de casa, no dia 6 de abril. O jogo foi válido pela 28ª rodada do Campeonato Alemão.

No lance, ele deu belo drible no marcador, ao girar de costas e contar com a sorte porque a bola rebateu em sua perna e voltou logo à frente, a tempo de um toque por cobertura sobre o goleiro.

O atacante Matheus Cunha, do RB Leipzig-ALE, está concorrendo ao Prêmio Puskas
O atacante Matheus Cunha, do RB Leipzig-ALE, está concorrendo ao Prêmio Puskas
A CARREIRA
Cunha, de apenas 20 anos, é de João Pessoa (PB), defendeu o Coritiba na juventude e foi jogar na Europa em 2017, quando passou a vestir a camisa do Sion, da Suíça. No ano seguinte, se transferiu para o RB Leipzig. Assim, nunca chegou a jogar como profissional no Brasil.

No mesmo ano, ele passou a ser convocado para a seleção brasileira, para a equipe sub-20. Na sexta-feira passada, foi chamado pelo técnico André Jardine para os amistosos da seleção olímpica contra Colômbia e Chile, nos dias 5 e 9 de setembro, respectivamente.

A chance foi uma premiação pela boa performance no Torneio Maurice Revello, o antigo Torneio de Toulon, em junho, quando Cunha foi o artilheiro da competição.

COMO É A VOTAÇÃO
Os dez gols selecionados pela Fifa podem ser vistos no próprio site da entidade, que abriu votação popular para escolher os três mais bonitos, até o dia 1º de setembro. Dos três finalistas, um será escolhido por profissionais ligados ao futebol para receber o Prêmio Puskás.