Atlético-MG recebe o Sport e busca se reabilitar para diminuir pressão

As equipes se enfrentam nesse sábado, às 21 horas, em partida crucial para o time mineiro seguir brigando pela liderança

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 24 (AFI) - Há quatro rodadas, o Atlético-MG goleava o Vasco e abria cinco pontos de vantagem na liderança do Brasileirão. Neste sábado, 20 dias depois daquela noite mágica, volta a campo sob clima bem diferente e com a missão de se manter na briga pelo topo. Sem chances de fechar a rodada no primeiro lugar da tabela, os mineiros precisam ganhar do Sport, às 21 horas, no Mineirão, para não ficarem para trás na disputa pelo título.

Foram apenas 33,3% de aproveitamento nas últimas rodadas e queda para a terceira colocação. Pior, sofrendo com a falta de futebol nos 45 minutos finais. A ordem do argentino Jorge Sampaoli é atenção e concentração do primeiro só último minuto para evitar novo tropeço.

Além de levar a virada do Bahia, por 3 a 1, o Atlético-MG já havia caído diante do Fortaleza, por 2 a 1, sofrendo gol no fim, e não conseguiu mostrar forças para virar diante do Fluminense, após levar 1 a 0 em casa. Esses oito pontos custaram a liderança e a paz que reinava no clube.

Ganhar hoje se faz necessário para os mineiros não verem Inter ou Flamengo, que se enfrentam no domingo, abrirem pelo menos cinco pontos de vantagem em caso de vencedor no duelo. O Atlético-MG quer "voltar à briga". Ainda mais tendo um jogo a menos que a concorrência, contra o Athletico-PR.

"Uma partida importante, e temos a obrigação de ganhar. Estamos brigando pela ponta da tabela e sabemos que temos de melhorar, jogar melhor. Trabalhamos para isso", garantiu o zagueiro Júnior Alonso.

O jogador, contudo, não esconde a bronca sue o elenco tomou de Sampaoli após "não voltar" para o segundo tempo diante de Bahia e levar três gols. Após primeiro tempo impressionante, o time desistiu de jogar em Salvador e foi surpreendido nós contragolpes.

"A maioria dos adversários vêm aqui para explorar os contragolpes. Temos de jogar mais compactos, com as linhas mais juntas", disse o defensor. "Num nível coletivo, estamos bem ofensivamente, mas precisamos melhorar defensivamente. Os rivais estão aproveitando os erros que estamos tendo, individuais e no coletivo. Se quisermos seguir brigando em cima, temos de melhorar muito na marcação."

Contratado do Racing, o meia Zaracho está apto para estrear diante dos pernambucanos. Seu nome apareceu no BID, da CBF. Guga pode perder a posição na lateral após falha em Salvador e Sasha corre riscos na frente.