Série B: Técnico critica queda de rendimento do Avaí: 'Segundo tempo muito ruim'

E até o primeiro tempo não agradou muito, pois Geninho classificou como 'razoável', mas fez elogios à defesa

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 12 (AFI) - Geninho não gostou muito da atuação do Avaí, na derrota por 1 a 0 diante do Paraná, na noite de terça-feira, em partida válida pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O técnico classificou como 'razoável' o primeiro tempo, mas destacou que a etapa final foi 'muito ruim'.

ANÁLISE DO TÉCNICO

"O primeiro tempo foi até razoável. Marcamos bem e criamos algumas ações, com boa posse de bola e volume. Mas no segundo tempo, o time caiu muito. Parou de trabalhar a bola no meio, de ter a transição. Tivemos um decréscimo muito grande. O time não rendeu o que esperávamos. Foi razoável no primeiro tempo, mas o segundo tempo foi muito ruim realmente", analisou.

Apesar disso, fez elogios ao sistema defensivo da equipe. "Não gostei da transição do meio-campo para o ataque. Criamos muito pouco. Gostei do sistema defensivo, mas não da parte da frente. Precisamos ter calma e corrigir esses erros", frisou.

QUESTÃO FÍSICA

Segundo Geninho, o time como um todo não sofreu com a questão física, mas sim alguns jogadores.

"A questão física individual. Alguns jogadores vinham há muito tempo sem jogar, antes mesmo da pandemia, e estão sentindo. Só a sequência vai colocar todo mundo dentro de um patamar ideal", projetou.

MUDANÇA DE ESQUEMA

Diferentemente da estreia, o Avaí atuou com três zagueiros, com Betão como líbero - ele havia ficado no banco no primeiro jogo. A mudança não surgiu o efeito esperado por Geninho, quer era um bom volume de jogo ofensivo.

"Eu queria um time com mais liberdade para jogar pelas laterais, mas isso não aconteceu. Com três zagueiros, eu queria liberar os laterais para apoiar bem o ataque, com várias bolas na área. A ideia era dar uma segurança defensiva e volume de jogo. Queria dar uma nova forma de jogar, mas não deu certo", admitiu.

SITUAÇÃO

Com três pontos, o Avaí agora terá uma semana para trabalhar. Isso porque o confronto com o Confiança, pela terceira rodada e inicialmente marcado para o próximo sábado, foi adiado. Com isso, o time retorna a campo pela quarta rodada, na terça-feira, às 19h15, diante do Botafogo-SP, na Ressacada.