BAIANO: Tremendão perde chances, cede empate no final e fica longe do 2º título

O campeão, agora, vai ser decidido no jogo de volta , na Fonte Nova, no próximo domingo. Quem vencer leva o título.

por Agência Futebol Interior

Feira de Santana, BA, 14 (AFI) - O Bahia de Feira de Santana desperdiçou uma grande chance de largar na frente na decisão do Campeonato Baiano de 2019. Nesta tarde no estádio Joia da Princesa, jogou melhor, teve as melhores chances, saiu na frente, porém, permitiu o empate do Bahia, de Salvador, nos acréscimos.

O campeão, agora, vai ser decidido no jogo de volta , na Fonte Nova, no próximo domingo, dia 21, às 16 horas. Quem vencer será o campeão. Um novo empate, por qualquer placar, levará a definição para a cobrança de pênaltis.

Um placar injusto pelo maior volume do time da casa. Valeu mais a experiência do time da capital, que levou para casa um resultado importante.

Clique aqui e Veja os gols do Jogo !

COBERTURA COMPLETA

O Portal FUTEBOL INTERIOR acompanha todos os Campeonatos Estaduais do Brasil online pelo PLACAR AO VIVO e também depois com comentários e destaques da rodada.

Baixe também o Aplicativo - App Placar FI - tanto pelo Google Play como APP Store.

VEJA TODOS OS DETALHES DOS ESTADUAIS!

Tremendão perde chances, cede empate no final e fica longe do 2º título
Tremendão perde chances, cede empate no final e fica longe do 2º título

AS CAMPANHAS
Dono da melhor campanha, o Bahia corre atrás do bicampeonato. Ano passado venceu o Vitória na final.

O Esquadrão de Aço busca seu 38.º título baiano. Na sua campanha com 11 jogos, foram 6 vitórias, três empates e duas derrotas, 21 pontos e 63,63% de aproveitamento.

Enquanto isso, o Bahia de Feira venceu seu único título em 2011, também em cima do Vitória.

A sua campanha é inferior, mas também muito boa com 5 vitórias, 5 empates e 1 derrota; com 20 pontos somados. O Tremendão tem 60,6% de aproveitamento.

BOLAS NAS TRAVES
O primeiro tempo foi bastante movimentado. O Bahia, o Tricolor de Salvador, deu a primeira pontada perigosa aos oito minutos. Após o levantamento do lado direito, o atacante Fernandão testou forte e a bola explodiu no travessão.

Mas o Bahia de Feira, o Tremendão, respondeu em seguida, aos 11 minutos. O levantamento veio do lado esquerdo e Deon subiu entre os zagueiros para desviar de cabeça. A bola explodiu na trave direita de Anderson, que saltou, porém, sem alcançar a bola.

SEM MOLEZA
Era sinal de que não haveria moleza ao favorito de Salvador. Tanto que o time da casa abriu o placar aos 26 minutos. Bruninho recebeu na frente da grande área, abriu espaço pelo lado esquerdo e bateu cruzado.

O Bahia parecia muito recuado e a bola pouco chegava na frente. Mas quando ia até Fernandão, o centroavante levava perigo.

Aos 39 minutos, numa arrancada, ele bateu forte e a bola passou perto da trave esquerda de Jair. No minuto seguinte, após matada no peito, ele tentou dar o giro, mas mandou para fora.

VAR EM AÇÃO
O segundo tempo começou quente. Aos três minutos, após levantamento de dois desvios de cabeça a bola sobrou na pequena área para Elton, mas ele acabou bloqueado pelo goleiro Jair, que fez grande defesa ao espalmar.

Aos cinco minutos o Feira ampliou o placar, mas o VAR – pedido e pago pelos clubes – anulou o gol de Jarbas. O vídeo mostrou que houve uma irregularidade – impedimento – no início da jogada, pelo lado direito, de onde saiu o cruzamento. Boa estreia do VAR no futebol baiano. De qualquer forma, a defesa falhou feio.

DUAS MUDANÇAS

O técnico Roger Machado sentiu seu time fraco e fez duas mudanças quase seguidas. Tirou Arthur Caike para a entrada de Gilberto, deixando seu time com dois centroavantes. Depois sacou Ramires para a entrada de Shaylon. Mas com seu time mais na frente, Machado abriu espaços para os contra-ataques do Feira.

A melhor chance para ampliar saiu aos 30 minutos, quando Ebinho invadiu a área e desviou na saída do goleiro. O zagueiro Ernando salvou quase em cima da linha de gol. dois minutos depois, Ebinho apareceu de novo com perigo e perdeu chance.

UMA CHANCE
O Tricolor ainda teve uma chance aos 35 minutos, quando Douglas Augusto, dentro da área, bateu colocado e Jair rebateu com um soco. Depois de perder várias chances, o time da casa ficou com um jogador a menos com a expulsão de Vitor Hugo.

Houve, de novo, a ajuda do VAR, porque o árbitro tinha anotado um cartão amarelo para Ebinho. Depois retornou e mostrou o vermelho para Vitor Hugo. Aos 46 minutos, após cruzamento de Gilberto e desviou de Rogério, o goleiro Jair defendeu bem.

O EMPATE
Aos 47 minutos, num lançamento longo de Alex Cazumba, Ebinho desviou de cabeça e o goleiro Anderson fez grande defesa. Poderia ter sido o segundo gol do Tremendão.

Mas o Bahia foi ao ataque, aproveitando bem a vantagem numérica. Aos 52 minutos empatou. Após levantamento do largo esquerdo, Rogério pegou de primeira, a bola quicou e saiu cruzada. Dois minutos depois, o goleiro Jair fez outra defesa e garantiu o empate. Perde, nesta altura, seria um castigo muito duro.

Ficha Técnica

Fase
Final
Rodada
1ª rodada
Data
14/04/2019
Horário
16h00
Local
Jóia da Princesa - Feira de Santana (BA) (BA)
Árbitro
Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG)

Renda
R$ 219.900,00
Assistentes
Alessandro Álvaro Rocha de Matos (Fifa/BA) e Jucimar dos Santos Dias (BA)

Público
5.781 pagantes (6.290 Total)
Cartões Amarelos
Bahia de Feira: Vitor Hugo, Gabriel Bispo, Alex Cazumba
Bahia: Douglas

Cartões Vermelhos
Bahia de Feira: Vitor Hugo
Gols
Bahia de Feira: Bruninho 26' 1T
Bahia: Rogério 52' 2T
Bahia de Feira
Jair;
Edvan, Paulo Paraíba, Vitor Hugo e Alex Cazumba;
Capone, Bruninho (Edimar), Gabriel Bispo e Jarbas (Ebinho);
Vitinho (Menezes) e Deon
Técnico: Barbosinha
Bahia
Anderson;
Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Ernando e Moisés;
Elton, Douglas Augusto e Ramires (Shaylon);
Artur, Fernandão (Rogério) e Arthur Caíke (Gilberto)
Técnico: Roger Machado