Em Brasília, Vasco e Flamengo duelam no Clássico dos Milhões para manter boa fase

Os dois perderam apenas uma vez no Brasileirão desde que a competição foi retomada depois da Copa América

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 17 - Em ascensão na temporada, Vasco e Flamengo fazem o Clássico dos Milhões, neste sábado, às 19 horas, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. As duas equipes têm objetivos distintos no torneio, mas ambas buscam a vitória para manter o bom momento.

O Vasco está invicto há quatro jogos - duas vitórias e dois empates -, mas ainda luta para se distanciar da zona de rebaixamento. O triunfo sobre o maior rival pode consolidar a reação no torneio, que começou a partir da chegada do técnico Vanderlei Luxemburgo. No momento, o time cruzmaltino ocupa a 15ª colocação, com 17 pontos, a seis pontos do Cruzeiro, que abre o grupo do descenso.

Os dois perderam apenas uma vez no Brasileirão desde que a competição foi retomada depois da Copa América. O Flamengo melhorou sob o comando de Jorge Jesus, que, antes de assumir o time da Gávea, recebeu proposta para dirigir o Vasco. Será seu primeiro Clássico dos Milhões. A equipe do técnico português segue com alguns problemas na defesa, especialmente fora de casa, mas apresenta maior repertório ofensivo e aposta na força do ataque para encostar no líder Santos. Atualmente, soma 27 pontos e está no terceiro posto, a dois do vice-líder Palmeiras e com cinco a menos que o primeiro colocado.

Flamengo e Vasco se enfrentam no Maracanã
Flamengo e Vasco se enfrentam no Maracanã
Segundo a organização do evento, já foram vendidas, até a noite de sexta-feira, cerca de 52 mil ingressos. A expectativa é de que mais de 60 mil torcedores assistam ao duelo no Mané Garrincha. Como o mando do jogo é do Vasco, é esperada maioria de torcedores vascaínos.

Os rivais já se enfrentaram quatro vezes em 2019, todas elas em confrontos válidos pelo Campeonato Carioca. O time rubro-negro leva a melhor no retrospecto recente, de modo que ainda não foi derrotado neste ano pelo rival cruzmaltino: foram dois empates por 1 a 1 na Taça Rio e dois triunfos por 2 a 0 em cada um dos dois jogos da final do Estadual.

"A motivação já se dá por ser um Vasco e Flamengo. É um clássico importante, mas que não define nada. A competição continua, tem todo o segundo turno. Se colocarmos importância maior, não está correto", afirmou Luxemburgo.

"Sabemos que o Vasco está em uma crescente com o Vanderlei, está bem consistente. Mas clássico é diferente, não tem favorito, e vamos fazer o que temos feito, jogar pressionando", declarou o atacante Bruno Henrique, recém-convocado por Tite para a seleção brasileira.

SEM MAGNO
No Vasco, a baixa mais sentida é a do jovem Talles Magno, uma das principais revelações do time nos últimos anos. O atacante foi convocado para dois amistosos com a seleção brasileira sub-17. O clube cruzmaltino tentou a liberação do atleta do segundo amistoso (marcado para este sábado) junto à CBF, mas Branco, coordenador de base da seleção, afirmou que não o jogador não será desconvocado.

No lugar de Talles entrará o também jovem Tiago Reis. O time de Luxemburgo ainda tem outros dois desfalques: Marcos Junior e Marrony. O primeiro, que não joga em razão do acúmulo de cartões amarelos, será substituído por Lucas Mineiro. Enquanto que o segundo, fora da partida pois cumpre suspensão pela expulsão no último jogo contra o Goiás, dará lugar a Marquinho.

Com um quadro de amidalite, o meia Bruno César é dúvida. O atacante Rossi já voltou aos treinamentos depois de passar por uma cirurgia para retirada do apêndice, mas ainda tem restrições e não está liberado para retornar aos gramados.

FORÇA MÁXIMA
O Flamengo terá força máxima no clássico. Mesmo com a proximidade do primeiro confronto das quartas de final da Copa Libertadores contra o Inter, marcado para a próxima quarta-feira, no Maracanã, o técnico Jorge Jesus relacionou todos os seus principais atletas à disposição e não deve poupar jogadores.

A principal novidade é o retorno de Gabriel. O atacante se recuperou de uma lesão muscular na coxa e retorna ao time depois de ser desfalque nos últimos dois jogos contra Bahia e Grêmio. O artilheiro da equipe na temporada e o goleador máximo do Campeonato Brasileiro, com nove gols, garantiu estar "200% recuperado".

Outro que estará em campo é o volante Cuellar. O colombiano recebeu propostas de Al-Hilal, da Arábia Saudita, e Bologna, da Itália, e, apesar da possibilidade de deixar o clube, deve ser titular. As baixas são o lateral-direito Rafinha, suspenso por ter recebido três amarelos, e os machucados Diego, Rodrigo Caio e Vitinho, que seguem em tratamento de suas respectivas lesões no departamento médico.