Governo Doria pode vetar jogos do Brasileirão em São Paulo, entenda!

O Centro de Contingência avisou que está aguardando um documento com protocolos de segurança da CBF para o início do torneio

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 10 (AFI) - O Governo de São Paulo ressaltou que não liberou os jogos do Campeonato Brasileiro no Estado. Na última quarta-feira, em entrevista coletiva, o governador Doria, ao lado de outros integrantes do Centro de Contingência, deixou claro que o aval foi positivo em cima dos protocolos de segurança apresentado visando o Campeonato Paulista.

"Nós não recebemos nenhuma solicitação relacionada ao Brasileiro. A gente precisa avaliar, porque aí vêm equipes do país todo para São Paulo, disse Paulo Menezes, coordenador do centro de contingência, à Folha.

Ele ainda completou que: "A CBF tem a previsão de iniciar o Brasileirão, e para isso a Federação Paulista de Futebol precisa concluir o Paulista. E isso é uma atividade profissional, não amadora, então existem interesses envolvidos e atividades econômicas relacionadas."

Doria pode vetar jogos em São Paulo
Doria pode vetar jogos em São Paulo
EM CASO NEGATIVO?
No entanto, a CBF já trabalha com a possibilidade de um veto por parte do Governo de São Paulo. A entidade deixou claro que o torneio será realizado a partir do dia 9 de agosto mesmo que as equipes de São Paulo tenham que atuar em outro Estado.

"Os clubes de São Paulo aprovaram, em reunião no dia 25 de junho, com a presença dos 40 clubes das Séries A e B, as datas de 9 de agosto para o início da Série A do Campeonato Brasileiro e 8 de agosto para início da Série B", disse a CBF em nota.

"Para preservar estas datas, os clubes concordaram em jogar fora de seus domínios, transferindo o seu mando de campo para outra cidade ou estado caso o seu local de jogo não esteja liberado nas datas de início das competições. Essa decisão foi tomada em votação que contou com o apoio de 19 clubes da Série A, incluindo todos os de São Paulo", completou.