ESPECIAL SÉRIE C: Náutico fatura título inédito e sobe com Sampaio, Confiança e Ju

Timbu fez a final com a Bolívia Querida e o Nordeste garantiu três acessos, mas teve dois rebaixamentos

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 25 (AFI) - A torcida do Náutico esperou mais de 100 anos para, finalmente, comemorar um título nacional. O Timbu deixou o inferno da Série C do Campeonato Brasileiro e voltou à Série B ao lado do vice-campeão Sampaio Corrêa e de Juventude e Confiança. Na final, os pernambucanos venceram em casa por 3 a 1 e seguraram o 2 a 2 em São Luís.

A inédita conquista nacional precisou de 24 partidas. O Alvirrubro obteve 12 vitórias, seis empates e seis derrotas, além de ter feito 34 gols e sofrido 26. Aproveitamento de 58,3%. Melhor clube da fase de grupos, o Náutico eliminou Paysandu, nas quartas de final, e Juventude, nas semifinais. Ambos nos pênaltis.

As quatro melhores campanhas no geral foram do quarteto do acesso. O Náutico fez os mesmos 42 pontos do Sampaio Corrêa, além de ter tido as mesmas 12 vitórias. A diferença, pró Timbu, foi no saldo de gols (8 a 5). O Juventude registrou 35 pontos e o Confiança teve 30.

Campeão nacional. (Foto: Léo Lemos / Náutico)
Campeão nacional. (Foto: Léo Lemos / Náutico)
SUPREMACIA NORDESTINA!

A Série C 2019 ficou marcada pela "invasão" dos nordestinos. Ao todo, dez clubes disputaram o acesso. Não por acaso, o Grupo A ficou restrito à região. Os clubes do Norte e Centro-Oeste, que atuavam no Grupo B, foram despachados para o Grupo B ao lado dos rivais do Sul e do Sudeste.

Se três clubes nordestinos subiram para a Série B, dois da região foram rebaixados. Os potiguares ABC e Globo desceram para a Série D. O mesmo caminho foi tomado pelo mato-grossense Luverdense e pelo acreano Atlético. O Galo teve a menor pontuação da edição 2019 (11), mas o Luverdense foi aquele que menos venceu (1).

ARTILHEIROS!
A artilharia da Série C foi dividida. Ao todo, quatro jogadores fizeram o mesmos oito gols ao longo da temporada. Negueba, revelação do Globo, Salatiel Júnior, do Sampaio Corrêa, Luiz Eduardo, do São José, e Eduardo, do Treze, foram os artilheiros. O maior goleador do campeão Náutico foi Álvaro, com seis tentos.

Artilheiro do campeão Timbu. (Foto: Léo Lemos / Náutico)
Artilheiro do campeão Timbu. (Foto: Léo Lemos / Náutico)
CONFIRA A SELEÇÃO FI DA SÉRIE C:


Jefferson (Náutico);

Thiago Ennes (Confiança), Camutanga (Náutico), Paulo Sérgio (Sampaio Corrêa) e Romano (Sampaio Corrêa);

João Paulo (Juventude), Karl (São José), Jean Carlos (Náutico) e Ítalo (Confiança);

Eduardo (Treze) e Salatiel (Sampaio Corrêa).

Técnico: João Brigatti (Sampaio Corrêa)

Revelação: Negueba (Globo FC)