Campeonato Espanhol não terá público nos estádios até o final da temporada

Decisão é contrária à previsão de Javier Tebas, que, no mês passado, havia redigido um rascunho de um protocolo

por Agência Estado

Campinas, SP, 02 (AFI) - O Campeonato Espanhol não terá público nos estádios até o final da temporada. O anúncio foi feito, nesta quinta-feira, pela Secretária de Esportes da Espanha, Irene Lozano, e por Javier Tebas, presidente da Liga. Ambos descartaram, em entrevista coletiva, o retorno dos torcedores nas cinco rodadas restantes para minimizar o risco de disseminação do novo coronavírus.

A decisão é contrária à previsão de Javier Tebas, que, no mês passado, havia redigido um rascunho de um protocolo a ser entregue para o governo, no qual previa o retorno dos torcedores aos jogos.

"O plano mais seguro a fazer é completar a temporada sem espectadores", disse Irene Lozano.

"O futebol move massas de pessoas, não é como o teatro. Uma peça a portas fechadas é assistida por apenas 250 pessoas, mas um estádio com apenas um terço de sua capacidade pode significar 30 mil pessoas. É por isso que o futebol é diferente de outras atividades."

Nada de público até o fim. (Foto: Divulgação)
Nada de público até o fim. (Foto: Divulgação)
PORTÕES FECHADOS!
Nenhuma das cinco principais ligas de futebol da Europa colocaram torcedores nos estádios após a pandemia, embora campeonatos em países como Sérvia, Bulgária e Dinamarca permitirem que os fãs voltem às partidas.

Tebas disse que a Liga não estava mais planejando o retorno dos torcedores e acrescentou que o principal obstáculo era a perspectiva de pessoas que se reúnem antes e depois dos jogos, como aconteceu na partida entre Sporting Gijón e Real Oviedo.

"Tivemos problemas com o derby asturiano, pois havia mais de duas mil pessoas do lado de fora do estádio. Não podemos nos dar ao luxo de nos enganar porque se não tomarmos cuidado, pode haver uma segunda onda da pandemia", afirmou o presidente da Liga.