Copa Paulista: Oscilação e poder de fogo preocupam treinador da Ferroviária

A Locomotiva terminou a fase classificatória invicta, mas marcou apenas quatro gols

por Agência Futebol Interior

Araraquara, SP, 26 (AFI) - A Ferroviária se classificou para as oitavas de final da Copa Paulista ao terminar na vice-liderança do Grupo 2, com oito pontos em seis jogos. Isso não quer dizer que está tudo bem.

O técnico Márcio Griggio fez um balanço do desempenho da Locomotiva na fase de grupos e mostrou preocupação com o poder de fogo da equipe, além da oscilação. Em seis jogos, foram apenas quatro gols.

Ferroviária marcou apenas quatro gols na Copa Paulista (Foto: Tiago Pavini/Ferroviária SA)
Ferroviária marcou apenas quatro gols na Copa Paulista (Foto: Tiago Pavini/Ferroviária SA)
"Durante o campeonato oscilamos muito. Acredito ser pela falta de entrosamento, mas já era para ter melhorado um pouco mais, o que me preocupa. Precisamos ter um equilíbrio maior.

O que mais está pegando também é o poder de fogo da nossa equipe. Não estamos conseguindo concluir as jogadas"
, disse o treinador grená.

Nas oitavas de final da Copa Paulista, a Ferroviária vai ter o rival Botafogo, com o jogo de ida sendo em Araraquara e o de volta em Ribeirão Preto, já que Tricolor fez melhor campanha.

Os dois times estão disputando a competição com times alternativos. A Ferroviária briga pelo acesso na Série D do Brasileiro e o Botafogo luta contra o rebaixamento na Série B.