Série B: Após vaias e vidros quebrados, técnico pede apoio da torcida do Figueirense

O time alvinegro chegou ao 13º jogo sem vitória no Brasileiro e se afundou na zona de rebaixamento

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 16 (AFI) - A torcida do Figueirense não aceitou mais um tropeço do time no Campeonato Brasileiro da Série B. No último domingo, após a derrota para o Sport, por 2 a 1, as vaias tomaram conta do Estádio Orlando Scarpelli.

Não bastassem as vaias, direcionadas a diretoria, comissão técnica e jogadores, alguns torcedores quebraram vidros que separam a arquibancada do gramado. Ao final da partida, em entrevista coletiva, o técnico Vinícius Eutrópio pediu apoio neste momento delicado.

Torcida do Figueirense não economizou vaias após derrota para o Sport
Torcida do Figueirense não economizou vaias após derrota para o Sport
"Peço que a torcida pense de outra forma agora. Estamos em um momento que precisamos de apoio. Da força dessa torcida. O resultado não era para derrota e o time foi muito forte mentalmente. Temos que tirar coisas positivas. Tenho certeza que vamos buscar os pontos para nos manter", afirmou o treinador.

A expectativa fica para a situação do experiente Rafael Marques, que deixou o gramado com uma lesão muscular. O atacante ainda será melhor avaliado, mas a comissão técnica acredita que o tempo de recuperação pode chegar a seis semanas.

Sem ganhar há 13 partidas e na penúltima colocação, com 22 pontos, o Figueirense volta a campo na quinta-feira, contra o Brasil de Pelotas, no Bento Freitas, pela 23ª rodada.