Após polêmica com Atético, Prefeitura de Goiânia mantém proibição dos treinos

Os vereadores Wellington Peixoto (DEM) e Romário Policarpo (Patriota) quiseram a flexibilização

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 27 (AFI) - Após a polêmica com o Atlético-GO retornando aos treinamentos mesmo sem autorização, a Prefeitura de Goiânia se reuniu novamente na manhã desta quarta-feira para discutir o assunto. A decisão, porém, não se alterou: o futebol segue parado.

A reunião contou com o prefeito Íris Rezende (MDB) e com a secretária de saúde, Fátima Mrue. Ela agendou outra reunião para quinta-feira, às 9h, mas pode ser remarcado dependendo do que decidir o Centro de Operações de Emergências (COE), do Governo do Estado.

Vale registrar que os vereadores Wellington Peixoto (DEM) e Romário Policarpo (Patriota) quiseram a flexibilização para volta dos treinamentos de futebol.

SITUAÇÃO DO ESTADUAL

O Campeonato Goiano foi paralisado por conta da pandemia do novo coronavírus faltando duas rodadas para o final da primeira fase.

Atlético-GO, Jaraguá e Goiás já estão classificados para as quartas de final. O G8 é completado por Goianésia, CRAC, Anápolis, Vila Nova e Aparecidense. Anapolina e Iporá aparecem na zona de rebaixamento.