Com goleada, Grêmio Barueri era campeão da Série A2 há 14 anos

Conquista foi o segundo título consecutivo do clube, que havia ganho a Série A3 no ano anterior

por Federação Paulista (FPF)

Barueri, SP, 28 (AFI) - Há 14 anos, o Grêmio Barueri coroava uma campanha de alto nível na Série A2 com o título ao golear o Sertãozinho por 4 a 1. A equipe, que havia vencido a Série A3 no ano anterior, conquistava seu segundo título profissional.

Após conquistar o acesso - o quinto consecutivo, o Barueri decidiu o campeonato contra o Sertãozinho. O regulamento previa partida única na casa de quem tinha melhor campanha. Sendo assim, o time da Grande São Paulo jogou diante de sua torcida, no estádio Orlando Novelli.

O JOGO
Com o estádio lotado, o Grêmio Barueri sentiu a força que vinha das arquibancadas e colocou em prática no jogo. Logo aos dois minutos, Edylton arriscou chute do lado direito e acertou o travessão da equipe do Sertãozinho. Porém, os visitantes não se deixaram recuar e aos quatro minutos, deram uma resposta com Júlio.

Aos 12 minutos, Michael passou para Edylton na ponta direita e o lateral devolveu a bola para o meia, que já estava dentro da área, dando um chute sem chance para o goleiro André e abrindo o placar. Mesmo com o time da casa chegando na área adversária ao longo dos 45 minutos, o jogo chegou ao intervalo com apenas um gol de diferença.

Grêmio Barueri já foi campeão da Série A2
Grêmio Barueri já foi campeão da Série A2
O Sertãozinho, disposto a também conquistar o título, tentou virar a partida. No primeiro minuto, assustou os donos da casa em uma bola que passou rente a trave. Pressionado, o time da casa parecia nervoso e errava passes.

Porém, isso mudou aos 29 minutos. Em contra-ataque puxado por Pedrão, Edylton recebeu lançamento na direita e cruzou a bola para a área, buscando Michael. O meia, por sua vez, deixou a bola para o artilheiro Everton, que ampliou o marcador.

Com o segundo gol, os donos da casa mandaram na partida e, dois minutos depois, Pedrão faz grande jogada individual pela direita e cruzou para Everton marcar o seu 17º na competição.

Aos 40 minutos, em jogada que se iniciou no campo de defesa, Bilinha faz lançamento certeiro para Michael matar e chutar, marcando o quarto gol e transformando o placar em goleada. O Sertãozinho marcou seu gol de honra aos 46 minutos, em cobrança de pênalti de Gil, mas foi só.

Campanha sólida
Com a expectativa de poder chegar à elite paulista pela primeira vez, a equipe comandada por José Carlos Fescina teve uma primeira fase muito boa, onde conquistou 43 pontos nas 18 rodadas.

Na segunda fase, dividiu grupo com Guaratinguetá, União São João e Rio Preto, se enfrentando em turno e returno, com os dois melhores conseguindo o acesso e o líder chegando a final. Apesar de não iniciar bem, o time se recuperou e conquistou o acesso, além de garantir a vaga na final.

Ficha Técnica
Grêmio Barueri 4 x 1 Sertãozinho
Local:
Estádio Orlando Novelli, em Barueri
Árbitro:Rodrigo Guarizo do Amaral;
Auxiliares:Maria Eliza Correia Barbosa e João Bourgalber Chaves;
Grêmio Barueri: Oliveira; Edylton, Anderson Marques, Fábio Luis e Bruno Assis (Nilton); Bilinha, Nenê Miranda, Júlio e Michael (Michel Costa); Pedrão (Marcos Dias) e Everton.
Técnico: José Carlos Fescina
Sertãozinho: André Zandoná; Zé Antônio (Fabiano Souza), Eloy, Cleiton Mineiro (Zaltron) e Marcinho Loiola; Ceará, Goiano, Marlon e Giuliano; Gil e Marcinho Batista (Berg).
Técnico: Nenê Belarmino.
Gols:Michael (2) e Everton (2); Gil.
Cartões Amarelos:Bilinha e Edylton; Gil e Zé Antônio;
Cartões Vermelhos:Júlio; Souza.