Série D: Após eliminação, diretoria do Joinville anuncia saída de treinador

Com ele, os auxiliares William Fabbro e Daniel Tenório também deixaram o clube

por Agência Futebol Interior

Joinville, SC, 01 (AFI) - Após a eliminação na fase de grupos da Série D do Campeonato Brasileiro, a diretoria do Joinville anunciou nesta segunda-feira que Fabinho Santos não é mais o treinador do Tricolor catarinense. Com ele, os auxiliares William Fabbro e Daniel Tenório também deixaram o clube.

NOTA OFICIAL

Por meio de uma nota oficial divulgada no site do clube, o Joinville anunciou a saída do treinador, que em 2020 comandou a equipe em 25 partidas, com oito vitórias, seis empates e 11 derrotas.

Foto: Divulgação / Joinville
Foto: Divulgação / Joinville

"O Joinville Esporte Clube informa que Fabinho Santos não é mais técnico do clube. Após o fim da Série D, a diretoria optou pela não renovação do contrato, encerrado na última semana. Fabinho e a diretoria se reuniram na tarde desta segunda-feira (3), quando a decisão foi comunicada ao treinador.

Fabinho é o primeiro técnico a ficar uma temporada completa no clube desde Hemerson Maria em 2014. Neste ano, comandou o time em 25 partidas, somando campeonato catarinense e Série D. Além de Fabinho, também não renovaram seus contratos os auxiliares William Fabbro e Daniel Tenório.

O Joinville agradece aos profissionais por sua dedicação, trabalho, profissionalismo e respeito demonstrado ao clube e seus torcedores nesta passagem. Desejamos todo sucesso na continuidade de suas carreiras."

IDENTIFICAÇÃO

Fabinho Santos tem uma identificação grande com a torcida do Tricolor catarinense. Em 200, ainda como jogador, o agora ex-comandante do Joinville fez o gol que deu o título catarinense para o time do norte de Santa Catarina, contra o Marcílio Dias.

Já como treinador, entre 2013 e 2016, Fabinho comandou a equipe do Sub-20 até a semifinal da Copa do Brasil da categoria, fazendo história na base do Tricolor.