Série D: Artilheiro do Manaus-AM, Rossini comemora gols na final contra o Brusque-SC

Camisa 10 do Gavião fala sobre o poder de reação do time e pede apoio da torcida para buscar o triunfo no jogo da volta

por Agência Futebol Interior

Manaus, AM, 13 (AFI) - A Série D do Campeonato Brasileiro teve o primeiro capítulo da decisão disputado na tarde deste sábado (11). No Augusto Bauer, Brusque e Manaus travaram um duelo digno de final de competição nacional, com muita emoção. Jogando com o apoio da torcida, que ocupou os pouco mais de cinco mil lugares do estádio, o Marreco saiu na frente e chegou a abrir 2 a 0 de vantagem já no segundo tempo. O Gavião reagiu rápido e buscou a igualdade, levando um 2 a 2 para a capital amazonense. Camisa 10 manauara, Rossini foi fundamental para manter o equilíbrio no marcador.

O meia não deixou a grupo se abater, incentivou bastante os companheiros e marcou os dois gols do Manaus. Após a partida, o Rossini conversou com a equipe do site da CBF e compartilhou a emoção de balançar a rede em uma decisão de competição nacional.

Rossini marcou os dois gols do Manaus já no segundo tempo da decisão e arrancou o empate para o Gavião (Foto: Thais Magalhães / CBF)
Rossini marcou os dois gols do Manaus já no segundo tempo da decisão e arrancou o empate para o Gavião (Foto: Thais Magalhães / CBF)
"A gente é brasileiro e não desiste nunca. Respeitamos o adversário, que é uma grande equipe, mas é como eu falei: a nossa equipe tem algo a mais para conquistar. O melhor está por vir. Em nome de Jesus, a gente espera que a nossa torcida possa comparecer na Arena da Amazônia, passar o incentivo dela, nos ajudar e a gente possa ser campeão", declarou.

DE FORA
O Manaus não terá o seu craque do jogo de ida na finalíssima. Rossini estava pendurado, levou o terceiro cartão amarelo neste domingo e terá de cumprir a suspensão automática. Por sua vez, o camisa 10 acredita na força do elenco.

"Infelizmente não vou poder estar dentro de campo, mas estarei presente mesmo fora. Mas juntamente com os meus companheiros espero que quem entrar possa dar o seu melhor e nos ajudar a ser campeão", acrescentou.

A bola rola para Manaus e Brusque no jogo da volta no próximo domingo (18), às 16h (de Brasília), na Arena da Amazônia. As duas equipes jogam por uma vitória para alcançarem o inédito título, já que um novo empate, independentemente do placar, leva a decisão para os pênaltis.