'O provável calendário apertado de jogos não preocupa', diz 'joia' do Náutico

O volante Rhaldney vinha ganhando espaço na atual temporada, tendo disputado 12 partidas

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 27 (AFI) - Volante do Náutico, o jovem Rhaldney projetou como será a retomada do futebol nacional após a paralisação por conta da pandemia de covid-19. Ele surpreendeu ao declarar que não acredita que as competições do primeiro semestre serão retomadas.

"O provável calendário apertado de jogos não preocupa, pois estamos a muito tempo sem jogar e estamos com muita ambição para voltar às atividades, mas temos de saber da realidade e falarmos a verdade", disse ao Superesportes.

O Timbu aparece na quarta colocação do Campeonato Pernambucano, com 12 pontos em oito rodadas, posição que garantiria uma vaga ao mata-mata; e no terceira lugar do Grupo B, com 11 pontos em sete jogos, e estaria avançando às quartas de final da Copa do Nordeste.

Foto: Léo Lemos/CNC
Foto: Léo Lemos/CNC
A equipe dos Aflitos, porém, caiu ainda na segunda fase da Copa do Brasil, estágio em que acabou eliminada pelo Botafogo - 4 a 3 para o Botafogo, no Recife, nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal. Ainda terá toda a disputa da Série B do Brasileiro.

"Por essa pandemia ter acontecido e se for voltar o Campeonato Pernambucano e a Copa do Nordeste junto com a Série B, algo que eu acho muito difícil, pois acredito que só vamos ter a Série B, mas caso aconteça, serão muitos jogos um em cima do outro e isso desgasta bastante, cansa demais", continuou.

"Nós jogadores queremos a volta e estamos preparados para isso. O que nós não queremos é ficar até o final do ano nessa pandemia. Ambição é essa. Queremos voltar e se for necessário iremos para o estouro. Vamos passar por cima das dificuldades todas, pois não podemos ficar parados por causa delas", encerrou.