Red Bull Bragantino 2 x 1 Ituano - ‘Linguiça Voadora’ assume a liderança do Grupo D

Enquanto os donos da casa estão firmes na luta pela classificação, os visitantes ficaram em situação delicada

por Agência Futebol Interior

Bragança Paulista, SP, 28 (AFI) - Fechando as disputas da noite desta sexta-feira (28), pela oitava rodada da primeira fase do Paulistão Sicredi, o Red Bull Bragantino recebeu o Ituano, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, venceu por 2 a 1 e assumiu a liderança do Grupo D.

Com o resultado, os donos da casa foram para 11 pontos, um à frente do Guarani, que completa a zona de classificação às quartas de final. Ainda nesta chave, Corinthians, com nove, e Ferroviária, com seis, seguem firmes na luta pelo mata-mata. Os araraquarenses ainda entram em campo.

Os visitantes, por outro lado, ficam mais distantes da próxima fase. A equipe de Itu está com nove pontos no Grupo C, o mesmo da Inter de Limeira. São Paulo, com 12, e Mirassol, com dez, estariam avançando. Para piorar a situação ituana, tanto paulistanos quanto os demais interioranos da chave estão com um jogo a menos.

CONFIRA OS MELHORES MOMENTOS

Espaço incorporado por HTML (embed)

PRIMEIRO TEMPO
Atuando diante de seu torcedor, o Red Bull Bragantino se lançou ao ataque desde o começo. O volante Matheus Jesus mostrou bastante personalidade para arriscar em duas oportunidades. Na segunda delas, aos cinco minutos, o meio-campista exigiu que o goleiro Pegorari fizesse grande defesa.

Melhor em campo, os donos da casa conseguiram abrir o placar aos 21 minutos. Morato cobrou escanteio, Matheus Jesus pegou a sobra, arriscou e viu a bola pegar no braço do zagueiro Ricardo Silva. Aos 23, o atacante Ytalo foi para a cobrança e, apesar de não batido tão bem, conseguiu vencer Pegorari, que chegou a resvalar na redonda.

O Ituano conseguiu se recuperar logo na sequência. Aos 24 minutos, Pacheco lançou o atacante Gabriel Taliari, que parou em ótima defesa do goleiro Júlio César. O lateral-direito apareceu para pegar o rebote, estufar as redes e deixar tudo igual.

O Red Bull Bragantino seguiu mandando na partida e quase voltou a ficar à frente aos 27 minutos, quando Vitinho cobrou falta venenosa. Atento, Pegorari conseguiu evitar o gol dos donos da casa.

Foto: Miguel Schincariol / Ituano FC
Foto: Miguel Schincariol / Ituano FC

Aos 39, porém, não teve jeito. Em jogada ensaiada, Morato colocou a bola na cabeça de Ligger, que escorou para o zagueiro Léo Ortiz recolocar os mandantes em vantagem no placar.

SEGUNDO TEMPO
A etapa final retornou com o Red Bull Bragantino mandando no ritmo da partida. O meia-atacante Vitinho, logo aos dois minutos, e o atacante Artur, pouco depois, aos cinco, levaram imenso perigo e ficaram perto de deixar os donos da casa em situação ainda mais confortável.

Após o começo meio perdido, o Ituano conseguiu Aos sete minutos, o atacante Luizinho aproveitou rebote e só não empatou pois o goleiro Júlio César conseguiu dar leve desvio na bola, que ainda pegou no travessão. Já aos 16, Baralhas bateu rasteiro e, de novo, o arqueiro bragantino fez a defesa.

Na reta final do confronto, o Ituano tentou pressionar, mas esbarrou em tomadas de decisões equivocadas, especialmente já próximo à meta defendida por Júlio César. Com pouco fôlego, o Red Bull Bragantino se segurou como pôde para sair com a vitória.

PRÓXIMOS JOGOS
O Ituano volta a campo na próxima sexta-feira (6), às 21h30, quando recebe o Guarani, em Itu, no estádio Dr. Novelli Júnior. Na segunda-feira (9), o Red Bull Bragantino visita a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, em Campinas, às 20h.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
8ª rodada
Data
28/02/2020
Horário
21h30
Local
Nabi Abi Chedid - Bragança Paulista (SP)
Árbitro
Douglas Marques das Flores

Renda
R$ 16.555,00
Assistentes
Anderson José de Moraes Coelho e Alex Alexandrino

Público
1.766 presentes
Cartões Amarelos
Red Bull Bragantino: Ytalo, Ligger , Edimar
Ituano: Ricardo Silva

Gols
Red Bull Bragantino: Ytalo 23' 1T, Léo Ortiz 39' 1T
Ituano: Pacheco 24' 1T
Red Bull Bragantino
Júlio César;
Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Edimar;
Barreto (Uillian Correia), Matheus Jesus e Vitinho (Claudinho);
Morato (Pedro Naressi), Ytalo e Artur Victor.
Técnico: Felipe Conceição
Ituano
Pegorari;
Pacheco, Ricardo Silva, Suéliton e Breno Lopes;
Baralhas (Gabriel Barros), Corrêa e Marcos Serrato;
Yago (Gui Mendes), Gabriel Taliari e Luizinho (Minho).
Técnico: Vinícius Bergantin