Após Conselho Arbitral, Edmílson de Jesus deve assumir clube da Série A3 do Paulista

Ex-Atibaia, treinador espera oficializar futuro da carreira nos próximos dias

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 24 (AFI) - Os participantes da Série A3 do Campeonato Paulista de 2020 se reuniram na sede da Federação Paulista de Futebol (FPF) para definir, em Conselho Técnico, o formato da próxima edição.

A principal novidade é a volta da disputa por pênaltis no mata-mata, enquanto a primeira fase segue sob formato já conhecido: os 16 times jogam em turno único ao longo de 15 rodadas para definir os oito classificados.

Os dois últimos, porém, são rebaixados à Segunda Divisão Sub-23 de 2021. O torneio tem inicio na segunda quinzena de janeiro.

NO MERCADO

Muitos participantes, aliás, ainda não definiram os treinadores. De olho neste mercado e conhecedor das divisões inferiores em São Paulo, Edmílson de Jesus já teve conversa com dirigentes de um clube do terceiro escalão e aguarda a resolução nos próximos dias.

"Tive contato ainda durante a Copa Paulista e ficamos de voltar a conversar novamente depois do Arbitral. Então, em breve, devo estar acertando com um participante e espero anunciar nossa nova casa", projetou.

O trabalho de preparação e apresentação das equipes do interior acontece no mês de novembro, com pré-temporada e anúncio de reforços.

Edmílson de Jesus deve assumir clube da Série A3 de 2020
Edmílson de Jesus deve assumir clube da Série A3 de 2020

"Já conheço a forma com que os times trabalham, principalmente na A2 e A3. Os dirigentes querem conhecer o formato do torneio, para, posteriormente, analisar o perfil do treinador que se encaixa. Vamos aguardar mais um pouco antes de definir o futuro", comentou Jesus.

SAIBA MAIS

Além da vasta experiência no mundo do futebol enquanto atleta, Edmílson é graduado em Psicologia.

Por conta da graduação, utiliza a PNL máster para gerir o grupo - fez cursos especializados em diversas oportunidades pelo Sitrefesp (Sindicato dos Treinadores de Futebol Profissional do Estado de São Paulo), além de curso Internacional de Treinadores.

CARREIRA

Dentro das quatro linhas, o profissional atuou por 16 anos entre São Caetano, Atlético Goianiense, São José, Santos, Leixões (POR), Araçatuba e Internacional de Limeira.

Em 2008, iniciou carreira de treinador, na qual comandou o União Mogi, até passar por Bragantino, Flamengo de Guarulhos, São José, São Carlos FL, América-SP, Santacruzense, Taubaté, Primavera, Mogi Mirim - como assistente técnico na Série B do Campeonato Brasileiro de 2015 - e Água Santa.

Há dois anos, assumiu o comando do Atibaia e ainda dirigiu Marília, Juventus, EC São Bernardo, Santa Helena-GO - seu último clube foi o próprio Atibaia, quando livrou a equipe do rebaixamento e brigou até a última rodada pela classificação.

O Falcão, na época, terminou o torneio na nona posição e só não avançou às quartas de final graças à desvantagem no saldo de gols.

Como técnico, Edmilson de Jesus chegou a livrar seis equipes do rebaixamento.