Série C: Pensando na 2ª fase, Paysandu estuda poupar pendurados em clássico

Para o duelo, o técnico João Brigatti deve poupar alguns jogadores que estão pendurados com dois cartões amarelos

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 04 (AFI) - Embalado por quatro vitórias seguidas que garantiram a classificação antecipada para a segunda fase, o Paysandu volta a campo neste sábado (05) para encarar mais uma vez o Remo, no clássico Re-Pa, no Estádio Mangueirão, às 17h, pela 18ª e última rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C. Como o rival também está garantido na sequência do estadual, a única definição que está em aberto é se os dos times vão cair ou não na mesma chave na sequência da competição nacional.

Para o duelo, o técnico João Brigatti deve poupar alguns jogadores que estão pendurados com dois cartões amarelos, para que eles não sejam suspensos logo na primeira rodada da segunda fase. Ao todo, são oito jogadores nesta situação: o lateral-direito Tony, o zagueiro Wesley Matos, o volante Serginho, os meias Alex Maranhão e Juninho e os atacantes Nicolas e Uilliam Barros.

 Pensando na 2ª fase, Paysandu estuda poupar pendurados em clássico
Pensando na 2ª fase, Paysandu estuda poupar pendurados em clássico
Além deles, o volante PH que saiu da partida contra o Botafogo-PB na rodada passada sentindo dores, é dúvida para o clássico. De qualquer forma, na visão do zagueiro Perema, independente de quem entrar em campo, irá dar conta do recado. Afinal, o setor defensivo atuou com diversas formações durante toda a competição.

“É importante esse entendimento. Temos uma continuidade desde o ano passado na defesa e esse entrosamento faz diferença. Mesmo quando teve mudança, os jogadores que entraram mostraram uma qualidade enorme e mantiveram o nível. Espero que esse desempenho seja mantido até o fim do campeonato. Agora nosso foco é vencer esse clássico para chegarmos embalados na segunda fase".

PROVÁVEL ESCALAÇÃO
Até por conta disso, o Paysandu deve ir a campo com a seguinte formação: Paulo Ricardo; Diego, Micael, Perema e Bruno Collaço; Anderson Uchôa, PH (Serginho) e Mateus Anderson; Marlon, Diego Matos e Vitor Feijão.