Com futebol suspenso, time gaúcho demite técnico e dispensa quase todo o elenco

Pelotas rescindiu com o treinador Luiz Carlos Winck e optou pela permanência de apenas quatro a seis jogadores

por Agência Futebol Interior

Pelotas, RS, 31 (AFI) - Com a paralisação do Campeonato Gaúcho por conta da pandemia do novo coronavírus, o Pelotas decidiu rescindir contrato com o técnico Luiz Carlos Winck. Além disso, grande parte do elenco foi despedida ou teve o contrato expirado nesta terça-feira.

Devem permanecer apenas de quatro a seis jogadores no clube. O Pelotas deixou a possibilidade do regresso de Winck para a disputa do Campeonato Brasileiro Série D e até para o próprio Gauchão, caso volte a ser disputado.

Luiz Carlos Winck e elenco foram dispensados do Pelotas (Foto: Divulgação)
Luiz Carlos Winck e elenco foram dispensados do Pelotas (Foto: Divulgação)

O técnico estava no Pelotas desde a quarta rodada do primeiro turno, somando uma vitória, um empate e três derrotas. Deixou a equipe na zona de rebaixamento, ocupando a 11ª e penúltima colocação da classificação geral, com cinco pontos.

No elenco, 14 jogadores de um total de 30 que faziam parte do grupo tiveram o contrato expirado nesta terça-feira.

O restante já foi ou será dispensado. Os atletas que permaneceram no clube têm vínculo que permite a disputa da Série D.