Luto! Morre ex-treinador do São Paulo e de grandes clubes brasileiros nos anos 1970/80

Nascido em Valinhos no dia 21 de maio de 1944, Mário Juliatto começou no futebol jogando na Ponte Preta, onde foi um esforçado zagueiro

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 24 (AFI) - O futebol brasileiro entrou 2020 com muitas notícias tristes. Faleceu na manhã dessa sexta-feira, em Valinhos, na Região Metropolitana de Campinas, o ex-treinador Mário Juliatto, que nos anos 1970/80 dirigiu grandes equipes do país.

Mario Juliatto tinha 75 anos e vinha convivendo com um câncer nos últimos meses. O ex-treinador está sendo velado no Cemitério São João Batista, em Valinhos, onde será enterrado, às 10h deste sábado.

Nascido em Valinhos no dia 21 de maio de 1944, Juliatto começou no futebol jogando na Ponte Preta, onde foi um esforçado zagueiro.

TREINADOR DE GRANDES EQUIPES DO BRASIL E DO EXTERIOR
Com uma carreira de atleta abreviada, Mário Juliato passou a atuar fora dos gramados, comandando equipes de base da Ponte Preta e auxiliando os treinadores que dirigiam o time principal.

Assim conheceu Rubens Minelli e passou a auxiliá-lo em várias equipes, como Inter-RS e São Paulo. Nos anos 1970, Minelli foi considerado o principal treinador do Brasil, sendo tricampeão brasileiro em 1975/76 e 77 com a participação ativa de Juliatto.

Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal

Depois buscou uma carreira solo e começou a dirigir equipes de projeção como Inter-RS, São Paulo, Portuguesa, Paulista, Novorizontino, Coritiba-PR, Goiás-GO, Náutico-PE, Santa Cruz-PE, Sport-PE, Ceará-CE, Fortaleza-CE, Vitória-BA, CSA-AL, Paraná Clube e vários outros de menor expressão como São Bernardo, Grêmio Maringá-PR, Goiatuba-GO, Rio Branco-MG (já extinto) e Goiânia-GO.

Mário Juliatto também esteve vários anos fora do Brasil, comandando equipes do Oriente Médio e de Portugal. Nos últimos anos, estava afastado do futebol, mas acompanhando as partidas pela televisão em sua confortável casa em Valinhos e ainda frequentava estádios.