Em live da FPF, Washington relembra artilharias pela Ponte Preta em 2001

Centroavante foi goleador máximo do Paulistão e da Copa do Brasil e ganhou chance na Seleção Brasileira

por Federação Paulista (FPF)

Campinas, SP, 06 (AFI) - Referência no ataque pontepretano no início dos anos 2000, o atacante Washington foi um dos convidados da live Paulistão Em Casa, que repercutiu as boas campanhas do clube no período. Destaque em 2001, quando foi artilheiro do Paulistão e da Copa do Brasil, ele relembrou a temporada especial da equipe campineira.

"Em 2001, fui artilheiro da Copa do Brasil, chegando a Seleção Brasileira. Não tinha o que falar, o time era muito bom. O Ronaldão com a experiência que tinha, com tantos outros grandes jogadores. Era um time de muita qualidade, foi memorável", disse Washington, que defendeu o Brasil na Copa das Confederações.

Em live da FPF, Washington relembra artilharias pela Ponte Preta em 2001
Em live da FPF, Washington relembra artilharias pela Ponte Preta em 2001
Sétimo maior artilheiro da história da Ponte Preta, com 83 gols, Washington teve duas passagens pelo clube. A primeira, durante a Série A2 de 1998, e a segunda, entre 2000 e 2002, após passagem pelo Paraná.

Para ele, um dos diferenciais do time alvinegro era a força da equipe no estádio Moisés Lucarelli. "A mística, aquilo que envolve o Moisés Lucarelli com a torcida da Ponte Preta é uma coisa absurda. A torcida, quando abraça o time, acaba fortalecendo demais o grupo, então a Ponte se torna muito forte no Moisés Lucarelli", avaliou.

Além de Washington, a live que relembrou grandes capanhas da equipe de Campinas entre 1998 e 2002, foram chamados o meia Adrianinho e o zagueiro Ronaldão.