Série C: Após deixar o Remo em acordo amigável, atacante busca novos desafios

“Foi um acordo amigável e só tenho agradecer a diretoria e torcedores do Remo que me receberam com muito carinho"

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 21 (AFI) - O Remo entrou em campo neste último domingo (20) e não saiu do empate sem gols com o Botafogo-PB, no Mangueirão, em Belém. Com o resultado, os donos da casa vão a 14 pontos e ficam com a quarta posição na Série C do Campeonato Brasileiro.

Para a sequência, o Remo não poderá mais contar com o atacante Zé Carlos, que fez um acordo amigável com a diretoria e rescindiu o contrato.

“Foi um acordo amigável e só tenho agradecer a diretoria e torcedores do Remo que me receberam com muito carinho. Infelizmente tive alguns problemas particulares e não pude dar sequência de trabalho, em que tinha como objetivo acesso e conquistas”, disse o atacante.

O atacante chegou ao clube no início de julho na retomada aos treinamentos após período de paralisação. Chegou a atuar em alguns jogos no estadual em que Remo foi vice-campeão. Já na Série C fez três jogos e um gol.

"Foi um momento bom que estive no clube apesar da perda do título estadual. A equipe está no caminho certo e tenho certeza que a equipe vai se recuperar na Série C e vais estar brigando pelo acesso", disse atacante Zé Carlos.

HISTÓRIA

No Tigre, Zé marcou 41 gols em 45 jogos, média de quase um por partida. Há sete anos ainda conquistou acesso à elite do futebol nacional - em quatro passagens pelo time catarinense, são 68 bolas na rede em 108 participações.

No CRB, o atacante tornou-se o maior artilheiro na história do clube na segunda divisão ao fazer 19 gols em 2015. Na oportunidade, conquistou, pela segunda vez, o prêmio de goleador, além de ter faturado o título nordestino.

O atacante ainda passou por grandes times no Brasil e exterior. Formado na base do Corinthians Alagoano, Zé Carlos logo despertou interesse de clubes portugueses e acertou contrato com o Porto.

No Velho Continente, o atleta foi campeão do Campeonato Português 2002/03, da Taça de Portugal 2002/03, da Supertaça de Portugal 2003, da Liga Europa da UEFA 2002/03 e da Copa BES de 2002/03.

FARO DE GOL

Ainda fora do Brasil, jogou no Ulsan Hyndai e Jeonbuk Hyndai Motors, da Coreia do Sul - em ambos, foi campeão da Liga dos Campeões AFC.

De volta ao país, Zé foi campeão mineiro pelo Cruzeiro e Alagoano pelo CRB. Além das taças, o atleta foi artilheiro nos clubes que jogou.

No Paulista de Jundiaí, em 2009, foi artilheiro no Paulistão e quinto na competição com dez gols. Já na Portuguesa de Desportos, disputou o Brasileiro da Série B de 2009 e fez oito.

Zé do Gol voltaria ao clube da capital em 2010, com mais cinco tentos. Ele ainda passou por Ponte Preta, FC Vizela (POR), Gamba Osaka (JAP), Changchuan Yatai (CHI), Sharj (EAU), Ajaman Club (EAU) e Fortaleza, onde realizou dez jogos e balançou as redes em seis vezes.