Ofensiva, Seleção FI da Série B chega com dupla do acesso e destaques em goleadas

Braga Bulls voou para comandar a 33.ª rodada ao colocar o atacante Claudinho e o técnico Antônio Carlos Zago

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 05 (AFI) - O Bragantino conquistou o acesso no Campeonato Brasileiro da Série B ao receber e vencer o Guarani pelo placar de 3 a 0. Por isso, o Braga Bulls voou para liderar a ofensiva Seleção FI da 33.ª rodada ao colocar o atacante Claudinho e o técnico Antônio Carlos Zago.

Quem também se destacou foram Vitória e Cuiabá, que construíram os resultados mais confortáveis deste começo de semana. Por isso, o Leão está representado pelo zagueiro Everton Sena, enquanto o Dourado aparece com Paulinho, Alê e Jean Patrick.

Bragantino conquista acesso com cinco rodadas de antecedência
Bragantino conquista acesso com cinco rodadas de antecedência

Confira seleção FI da 33ª rodada da Série B:

Goleiro: Thiago Rodrigues (Paraná)

Foi um monstro! Thiago Rodrigues fez grandes defesas que asseguraram uma vitória importantíssima para o Paraná diante de um adversário direto na briga pelo acesso. O goleiro estava em noite iluminada e acabou saindo como herói.

Mailton decidiu aos 47 minutos
Mailton decidiu aos 47 minutos
Lateral-direito: Maílton (Operário)

É o melhor lateral-direito do Campeonato Brasileiro da Série B. Não é a toa que o Athletico-PR já sondou o Mirassol - dono do seu passe - para saber os detalhes de uma provável negociação. Nos acréscimos, contra o Criciúma, marcou o gol da vitória e que manteve o Fantasma matematicamente com chances de acesso.

Zagueiro: Fabrício (Paraná)

O sistema defensivo do Paraná foi o grande destaque do time na vitória contra o América Mineiro. Se Thiago Rodrigues brilhou no gol, Fabrício também foi perfeito dentro de campo, principalmente no segundo tempo. Deu trabalho aos atacantes rivais.

Nadson — Foto: Luiz Cosenzo/Agência Botafogo

Zagueiro: Everton Sena (Vitória)

O Leão da Barra até sofreu com ameaços do

Nadson — Foto: Luiz Cosenzo/Agência Botafogo
Nadson — Foto: Luiz Cosenzo/Agência Botafogo
Brasil de Pelotas nos primeiros minutos da partidas - mas o abafa não resultou em muitas oportunidades graças à liderança do defensor baiano. No comecinho da etapa final, apareceu como bom centroavante para concluir ótimo cruzamento de Thiago Carleto e ampliar a vantagem.

Lateral-esquerdo: Paulinho (Cuiabá)

O Dourado construiu uma imensa vantagem sobre o CRB logo nos primeiros minutos de jogo e encaminhou importante vantagem. Muito disso se deveu à atuação do ala, que, muito seguro na defesa e com personalidade no ataque, apareceu bem à frente para fazer o terceiro gol da vitória por 3 a 1.

Volante: Alê (Cuiabá)

Fez o que se espera de alguém que atue no setor: fez o primeiro combate na marcação, foi o elo da defesa para o ataque na saída de bola e apareceu como opção à frente. Acabou coroando a atuação convertendo pênalti, o quarto gol do Dourado na goleada por 5 a 1.

Volante: Nadson (Botafogo-SP)

Em um jogo complicado contra o Oeste, em Barueri, Nadson decidiu para o Botafogo com um lindo gol de fora da área. Com bom passe no meio de campo, mas em um gramado encharcado, ele conseguiu dar dinâmica ao Pantera para garantir a importante vitória.

Meia: Jean Patrick (Cuiabá)

O meio-campista regeu o Dourado rumo à goleada por 5 a 1 e apareceu como ótima opção ofensiva. Não à toa, foi ele quem abriu o placar, aos dois minutos, após rápida troca de passes entre Alê e Jefinho. Depois, ainda no primeiro tempo, carimbou o travessão em pancada de fora da área.

Claudinho - Foto: Divulgação
Claudinho - Foto: Divulgação

Atacante: Claudinho (Bragantino)

A evolução de Claudinho foi grande em sua passagem pelo Bragantino. O atacante não fez gol contra o Guarani, mas correu, criou, mandou bola na trave e deu uma linda assistência para Ricardo Ryller abrir o caminho do acesso à elite do futebol brasileiro. Vem sendo um diferencial do time na Série B.

Atacante: Vico (Ponte Preta)

Que estrela do garoto! Vico nem bem tinha acabado de entrar e foi para as redes. O atacante marcou o gol da Ponte Preta no empate ante o São Bento. Vico ainda deu trabalho a Henal, goleiro do lanterna. Ele chegou a acertar a trave em lance que seria parado pela arbitragem. No final, o jogador bateu firme e quase voltou a estufar o barbante. Em poucos minutos, Vico mostrou que tem chance de ser titular na Ponte Preta.

Atacante: Rodrigo Rodrigues (Atlético-GO)

Entrou no jogo justamente para dar a vitória ao Atlético Goianiense. Quando todos já aceitavam o empate diante do Londrina, o atacante apareceu para fazer o segundo gol do Dragão no triunfo por 2 a 1. No final da partida, ainda ajudou o sistema defensiva, desarmando uma boa jogada do Tubarão.

Antônio Carlos Zago - Foto: Divulgação
Antônio Carlos Zago - Foto: Divulgação

Técnico: Antônio Carlos Zago (Bragantino)

Antônio Carlos Zago montou um time gostoso de se ver jogar. O Bragantino joga para frente, buscando o gol durante os 90 minutos.

A forma da equipe jogar tem o dedo do treinador, que também foi brilhante como zagueiro. Contra o Guarani, Zago deu um nó tático em Carpini e fez substituições importantes durante o duelo. Seu trabalho vem sendo cobiçado por outros clubes, mas já indicou que ficará no Toro Loko para 2020. É o técnico do acesso!