Presidente do Vasco critica anúncio de Yaya Touré por candidato: 'Absurdo'

Diante das declarações de Campello, Leven Siano se manifestou em texto publicado no seu perfil no Instagram

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 25 - O anúncio por Luiz Roberto Leven Siano, candidato à presidência do Vasco, de que fechou um acordo com o marfinense Yaya Touré para reforçar o time caso vença a eleição, provocou um bate-boca político. Atual mandatário do clube, Alexandre Campello criticou o opositor pela confirmação do acerto, apontando que ele não pode falar como representante da equipe e não tem ciência de detalhes administrativos para selar, ainda que verbalmente, uma contratação.

"Primeiro, eu acho que é um absurdo falar em nome do Vasco sem ser um membro da diretoria ou sem ter legitimidade. Acho minimamente irresponsável e falta de planejamento você contratar alguém sem ter conhecimento da questão financeira, sem ter as garantias de que vai ter recursos para pagar, mas especialmente sem ouvir o especialistas que são os treinadores e os profissionais que avaliam performance", afirmou Campello em entrevista à Rádio Tupi.

Campello ainda lembrou que Yaya Touré terá 38 anos em 2021, quando Leven Siano assumirá o Vasco caso vença a eleição, e não entra em campo desde outubro de 2018. "Contratar um jogador de 38 anos que está sem jogar para vir a jogar daqui a um ano... Não sei, acho que é no mínimo de se espantar", acrescentou.

Yaya Touré está na mira do Vasco
Yaya Touré está na mira do Vasco
REBATEU!
Diante das declarações de Campello, Leven Siano se manifestou em texto publicado no seu perfil no Instagram. Enumerou situações administrativas do clube para declarar que o irresponsável seria o atual presidente, como atrasos salariais e no pagamento de parcelas do Profut. E garantiu que dará sequência ao seu projeto.

"Estou simplesmente fazendo o que todo candidato a presidente do Vasco deveria fazer quando se candidata: evitar assumir a função alegando surpresa e despreparo como ocorreu. Vou prosseguir com meu projeto, mesmo você não apreciando, porque está encontrando respaldo nos melhores mercados do futebol e o vascaíno poderá democraticamente fazer a sua opção sobre que futuro ele quer para o Vasco", escreveu o candidato da chapa "Vai dar Vasco" em trecho da sua resposta.

Campello ainda não anunciou se buscará novo mandato na eleição, que será a primeira direta no clube, com os sócios definindo o presidente. Também ainda não há data para realização do pleito.