Após eliminação do Vasco, Fernando Miguel garante que não faltou entrega e luta

Enquanto reforçava o fato de que houve muita dedicação em campo, o goleiro não escondia a tristeza pela eliminação.

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 24 (AFI) - Apesar da eliminação do Vasco na Copa do Brasil, não faltou luta e entrega ao time cruzmaltino, garante o goleiro Fernando Miguel, um dos líderes do grupo. Ele reconheceu, porém, que era necessário mais força ofensiva ao time para reverter a vantagem do Botafogo, que tinha vencido por 1 a 0 o primeiro jogo e atuava com a vantagem do empate para avançar às oitavas de final.

"Acho que todos jogadores demonstraram muita disposição. Acho que faltou um pouco mais de velocidade para a gente chegar com a bola lá na frente para o Cano. Precisávamos um pouco mais de tranquilidade para trocar a bola e chegar bem lá na frente", avaliou o goleiro.

É RUIM SER ELIMINADO
Enquanto reforçava o fato de que houve muita dedicação em campo, o goleiro não escondia a tristeza pela eliminação.

"É sempre ruim ser eliminado, ainda mais para um rival. Faço aqui minha autocrítica porque é preciso melhorar. O Botafogo foi muito bem na marcação e não conseguimos superá-lo", concluiu.

O volante Andrey, que chamou para si a responsabilidade do jogo, afirmou que o time não foi bem, principalmente no primeiro tempo.

"Não fizemos um bom primeiro tempo. Até demos espaços para o Botafogo. Faltou a gente trabalhar melhor a bola para chegar em condições de concluir e fazer o gol", analisou.