Piqué, do Barcelona, é multado em R$ 9 milhões por impostos atrasados na Espanha

O zagueiro terá de pagar 2,1 milhões de euros (cerca de R$ 9 milhões) após ter perdido o último recurso

Publicado em .

O zagueiro terá de pagar 2,1 milhões de euros (cerca de R$ 9 milhões) após ter perdido o último recurso

Campinas, SP, 10 - Mais um jogador de futebol na Espanha recebeu uma multa milionária pela Agência Tributária da Espanha, nesta quarta-feira, por se envolver com problemas fiscais no país. O zagueiro Gerard Piqué, do Barcelona, terá de pagar 2,1 milhões de euros (cerca de R$ 9 milhões) após ter perdido o último recurso contra o tribunal.

A Agência Tributária da Espanha recusou o recurso interposto pela defesa do jogador do Barcelona contra uma decisão do Tribunal Administrativo Econômico Central, que o condenou em 2016 em multas e impostos atrasados em 2008, 2009 e 2010. Piqué é acusado de fraude fiscal na tributação de seus direitos de imagem e agora é obrigado a pagar 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 6 milhões) de impostos atrasados e uma multa de 600 mil euros (aproximadamente R$ 3 milhões).

Piqué, do Barcelona, é multado em R$ 9 milhões por impostos atrasados na Espanha
Piqué, do Barcelona, é multado em R$ 9 milhões por impostos atrasados na Espanha
Na época, o tribunal concluiu que Piqué havia "simulado" a cessão dos direitos de imagem a sua empresa, a Kerad Project, com o objetivo de pagar menos impostos nos anos 2008, 2009 e 2010. "A omissão da declaração na Espanha de tais rendimentos foi, no mínimo, culposa ou negligente", destacou a Audiência Nacional.

VAI RECORRER
Apesar da condenação por fraude fiscal, Piqué ainda pode recorrer e tentar uma apelação ao Tribunal Supremo da Espanha.

O zagueiro do Barcelona é mais um jogador de destaque na Espanha que teve problemas com o fisco espanhol. Os de maior renome são o português Cristiano Ronaldo, hoje na Juventus (Itália), o brasileiro Neymar, atualmente no Paris Saint-Germain (França), e o argentino Lionel Messi, companheiro de Piqué no clube catalão.