Pia celebra boa fase e goleada da seleção feminina: 'Vencer é contagioso'

Contra o Canadá, o Brasil encaminhou a sua vitória no primeiro tempo, com os gols marcados por com Chú, Formiga e Bia Zaneratto

Publicado em .

Contra o Canadá, o Brasil encaminhou a sua vitória no primeiro tempo, com os gols marcados por com Chú, Formiga e Bia Zaneratto

Campinas, SP, 07 - O início de trabalho de Pia Sundhage à frente da seleção brasileira feminina vem sendo marcado pelos gols e pela invencibilidade no tempo regulamentar. Nesta quinta-feira, a equipe ampliou esse cenário ao golear o Canadá por 4 a 0, no Torneio Internacional de Yongchuan, em Chongqing, na China, se classificando para a decisão da competição amistosa, que vai ser diante da seleção anfitriã.

MÉDIA ALTA

A seleção feminina está na final do torneio
A seleção feminina está na final do torneio

Com esse placar dilatado, a equipe passou a somar 14 gols marcados, com uma média de 2,8 por jogo sob o comando de Pia.

Com a treinadora, antes de ir à China, seleção disputou um torneio amistoso no Pacaembu, entre o fim de agosto e o início de setembro, com goleada por 5 a 0 sobre a Argentina e empate por 0 a 0 com o Chile, seguido por derrota nos pênaltis, e vitórias em amistosos contra Inglaterra (2 a 1) e Polônia (3 a 1), ambos na Europa, em outubro.

BOM INÍCIO

A treinadora celebrou o bom início de trabalho e avaliou que esses resultados dão confiança para a seleção na preparação para o seu próximo grande objetivo, a disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

"Vencer é contagioso! Se nós nos mantermos jogando bem e marcando gols, nós vamos ganhar cada vez mais confiança. Eu estou ficando confiante, porque esse é um time que marca muitos gols e nós temos muitas jogadoras boas. Agora, o que foi diferente em relação aos outros jogos, é que nós atuamos melhor no primeiro tempo."

"Nas outras partidas, acredito que nós jogamos melhor no segundo tempo. Eu acho que fomos bem, mas sempre podemos melhorar mais. Porém teremos alguns jogos antes da Olimpíada, no próximo ano, mas por enquanto, tem sido uma caminhada muito interessante", disse, em declarações reproduzidas no site oficial da CBF.

ALTO NÍVEL

Contra o Canadá, o Brasil encaminhou a sua vitória no primeiro tempo, com os gols marcados por com Chú, Formiga e Bia Zaneratto, que voltou a balançar as redes no segundo tempo. Pia, então, destacou o começo em alto nível da seleção.

"Nós marcamos quatro gols, acho que foi muito bom para várias jogadoras. O Canadá é um time difícil, mas o jeito que nós atuamos tendo a posse de bola e encontrando os espaços, nos fez criar muitas chances de gol, principalmente no primeiro tempo."

"Eu estou muito feliz, foi muito bom! No segundo tempo, nós não começamos bem, porque elas colocaram muita pressão sobre nós, mas por outro lado, nós acabamos marcando outro gol com a Bia. Hoje eu estou feliz", afirmou.

OBSERVAÇÕES

Pia aproveitou o amistoso para fazer observações na seleção, tanto que realizou seis substituições, entre elas as entradas da defensora Tayla e da meio-campista Andressinha, jogadoras que foram convocadas pela primeira vez por ela.

"Eu acho que as substituições que fizemos no segundo tempo fizeram com que o time ficasse um pouco melhor, em relação ao início da segunda etapa. Posso dar um exemplo, tiramos Marta e Bia, e colocamos Raquel e Geyse, e eu gostei do que vi."

"A Tayla também entrou e foi bem. Temos algumas jogadoras muito técnicas, como Andressa Alves e Andressinha, são muitas opções e isso é algo que as treinadoras amam!", comentou.

PRÓXIMA PARTIDA

A seleção voltará a campo no domingo, às 8h45 (horário de Brasília), quando vai enfrentar a China, na decisão do torneio amistoso. Nesta quinta-feira, a equipe da casa triunfou por 2 a 0 sobre a Nova Zelândia, com os gols sendo marcados por Wang Shuang.